quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Já vos disse que odeio Dezembro...

Depois de uma semana de trabalho extremo (17horas num dia é extremo, não é?), eis que tenho uma semana em que não consigo fazer NADA! E ainda tenho tanto para fazer, socorro! 

Eu acredito que as doenças têm origem emocional, que nós somos uma espécie de recipiente, que se vai enchendo de emoções negativas e que, quando transborda, cria uma doença. O recipiente dificilmente se esvazia e é por isso que as doenças pioram com a idade*, qualquer coisita faz transbordar o copo. Esta é a minha visão do funcionamento do Universo (processem-me) e ainda acho que tal vai ser comprovado, cientificamente, daqui a uns 500 anos.

Por isso vejamos, a parte afectada do corpo significa a capacidade de dar, de receber e de fazer. E o que o problema me impede é, principalmente, de trabalhar.

Eu tenho grandes dificuldades em receber, é uma verdade, uma dificuldade imensa (receber transmite-me sempre uma obrigatoriedade de retribuir, de obrigação, de condicionamento).
E às vezes abstenho-me de dar por receio que se crie uma expectativa futura, que não sei se quererei manter.
A dificuldade em receber manifesta-se tanto a nível pessoal como profissional, mas a dificuldade em dar é só a nível pessoal.

O meu desafio é dar e receber com amor e prazer, sem expectativas, ou sem medo das expectativas, sem condicionamentos.

E como o meu problemazito de saúde é uma festa de problemas juntos, podemos acrescentar ansiedade e medos relativamente ao futuro, e uma sensação de bloqueio relativamente ao que desejo, ardentemente, realizar.

Socorro... mudar o que já é assim há 30 anos, pelo menos, não é fácil....


(*As crianças têm doenças frequentemente, porque gerem pior as emoções.)

3 comentários:

Strategos disse...

Bom, no que diz ao papel do stress provocado por emoções negativas não discuto o efeito etiológico em algumas doenças,mas em todas já é um pouquinho mais complicado...:)

Sayuri disse...

Daqui a 500 anos... eh,eh.

Eu também acho que existem mais variáveis.

(não sei como conseguiste ler o texto mais confuso de sempre)

^^ Beijo

Strategos disse...

Vou aguardar então:)

E é tudo uma questão de apanhar o fio ao pensamento:)

Beijo