quinta-feira, 28 de março de 2013

Há algum tempo...

... que penso mudar de blog, não é uma mudança nada radical mas, como acho que este ano significa o fim de um ciclo na minha vida e do inicio de outro, tinha vontade de mudar, considerm o novo blog uma continuação deste, tal como eu encaro este ano como um ano de mudança na minha vida, não uma mudança radical mas uma mudança importante.

Visitem o meu novo spot: Sayuri Dream

quarta-feira, 27 de março de 2013

Sobrevivi a mais uma maratona...

No meu trabalho, de quando em vez, há uma necessidade de sair muito tarde e entrar muito cedo, durante uns dias, e este inicio de semana teve mais uma dessas maratonas em que sinto que só trabalho e que faço uns intervalos, muito curtos, para tomar banho e dormir.

Daqui a pouco vou hibernar que já não posso com uma gata pelo rabo.


terça-feira, 26 de março de 2013

domingo, 24 de março de 2013

quinta-feira, 21 de março de 2013

Há pessoas...

... que nos conseguem sugar a energia toda, toda, toda!

Uma pessoa está bem e chega aquela pessoa e começa a falar e a falar e quando vai embora estou física e mentalmente de rastos, esgotada.

Fónix.


terça-feira, 19 de março de 2013

segunda-feira, 18 de março de 2013

♡ ❤ 6 anos ♡ ❤


Não é minha filha mas com ela aprendi o que é o amor incondicional, um sentimento transbordante, diferente de tudo o resto que não se entende até se sentir. 

Percebi o que é desejar a felicidade de alguém acima da nossa.

E percebi que é um sentimento que não se controla, nasce dentro de nós no momento em que vemos aquele ser pequenino e fica gravado, sem que nada possamos fazer para evitar.

Seis aninhos de vida... parece que foi ontem que soube que ela ia existir (já existia do tamanho de um feijão).

Parece que foi ontem que nasceu, um dia antes do aniversário da pessoa que mais amei antes dela, a minha avó materna. Há tanto dela que é igual, a mesma carência, a mesma suavidade, a mesma necessidade de protecção e carinho mas também o mesmo amor pelos animais, a mesma vivacidade, a mesma sensibilidade. Mas não  pensem que me apaixonei por ela ser parecida com alguém porque ela ganhou o meu coração quando ainda era um feijãozinho, previsto ser um carneirinho de sexo ainda desconhecido.

Percebo que se pense que amaria (amarei) mais um filho meu mas tal parece-me impossível neste momento porque não sei se suportaria um amor mais profundo. 



domingo, 17 de março de 2013

Acho de uma inteligência extraordinária...

... a condição imposta pela União Europeia, ao Chipre, para aprovar o resgate de 10 mil milhões de euros (o que não deve ser um valor muito elevado, já que o BPN nos custou uns 4 mil milhões) que eles precisam para evitar a bancarrota, pois bem, a ideia de merda mais brilhante que tiveram foi taxar os depósitos bancários da população.

Tanto dinheirinho gasto para credibilizar a banca, em toda a Europa, para deitarem tudo a perder! E ainda por cima por um valor que nem é nada por aí além, só a Espanha disponibilizaram 100 mil milhões sem pedirem quase nenhumas contrapartidas. Impõem isto ao Chipre como uma espécie de castigo e tal tem sido a vontade europeia de castigar os seus membros que até andam para aí a dar tiros nos pés a torto e a direito, sem ninguém perceber porquê.

Quer dizer, eu não sei bem porquê, mas sei que há alguém (entenda-se, algum país) que ganha ou acha que ganha com isto. Talvez no final acabe por perder.

E assim se vai a tentativa de fazer crer que o nosso dinheiro está seguro nos bancos.

Também apreciei especialmente os feriados bancários que fizeram para impedir a população de levantar o seu dinheiro.

Filhos da puta.


sexta-feira, 15 de março de 2013

Hoje, no último episódio...

... novela Fina Estampa, a personagem principal fez um discurso que gostei muito, especialmente desta parte:

«O que tenho a dizer é que o estudo é importante. O saber é uma bênção. Mas não é um diploma que faz um homem e, sim, o valor que ele dá ao seu trabalho. O estudo prepara, mas o trabalho duro e honesto é que dignifica. Assim como é o caráter, e não os títulos, e menos ainda a aparência, que faz a nossa caminhada no mundo valer a pena, pois nos torna uma pessoa de verdade.»

quinta-feira, 14 de março de 2013

Que original...

... o novo Papa é contra o aborto, o casamento entre homossexuais e o uso do preservativo (esse flagelo que ataca o mundo) e é também a favor do celibato na Igreja (que tanto de bom tem trazido ao mundo).

Exactamente o tipo de pessoa que eu adoro odiar.

Só gostava que ele fosse uns 10 ou 15 aninhos mais novo, que eu como pessoa boa que sou, gostava que ele andasse por cá muito tempo (que quanto menos vezes assistir este circo de transição entre o Papa x e o y, melhor).

Habemus papan e ele é igualzinho aos outros todos.

quarta-feira, 13 de março de 2013

sábado, 9 de março de 2013

Não sou muito dada...

... a flores e bombons e sms no dia da Mulher, para mim o dia da mulher é importante para promover a IGUALDADE.

Acho muito bem que quem quer dar flores dê e por aí adiante mas às vezes parece-me que se está a comemorar uma espécie de aniversário colectivo do género, em que se mima muito o aniversariante e se é muito condescendente para com ele, e que se esquece que o objectivo deste dia é lutar pela igualdade de oportunidades e de tratamento, em TODO O MUNDO.

Essa igualdade ainda está muito distante mas chegará.

Que homens e mulheres sejam tratados sempre com igualdade, dignidade e respeito, em qualquer lugar do nosso mundo.

Feliz dia da Mulher




sexta-feira, 8 de março de 2013

Primeiro dia...

... oh, que bom hoje vamos trabalhar juntas todo o dia.

Segundo dia, pois é, hoje trabalhamos juntas todo o dia.

Terceiro dia, matem-me, matem-me já.

Eu gosto muito dela, a sério, mas dois dias é meu máximo.

quinta-feira, 7 de março de 2013

quarta-feira, 6 de março de 2013

...da-ssse!

Terceiro mês do ano, terceira vez que fico doente.

Nada grave mas agora que consegui controlar a sinusite e ainda não tive nenhuma crise de relevo este ano, fico doente com outras merdas.

O meu corpo é assim, gosta sempre de me lembrar que ainda não estou no caminho certo... para o caso de eu ter dúvidas.

Para quem ainda não sabe, eu acho que a maior parte das doenças físicas são resultado de desequilíbrios emocionais - mas não pensem que sou uma daquelas pessoas muito holisticas que não tomam medicamentos porque eu já percebi que se ficar à espera de mudar emocionalmente para ficar boa bem posso esperar sentada e em sofrimento. Mudar é coisa que assiste muito pouco aos seres humanos, pelo menos na duração de uma vida...

sábado, 2 de março de 2013

Há coisinhas que me fazem...

... trincar o lábio para me controlar e não responder muito torto e uma delas é ouvir alguém dizer que não trabalha por 500€, para isso vai para fora do país e criticar quem é formado e aceita trabalhar por esse valor.

Ao que me dá vontade de responder que a pessoa em questão só não trabalha porque não precisa, visto que emigrar não emigra, se não trabalha é porque tem quem a sustente e ainda bem para ela (ou não, a longo prazo) mas há quem não tenha essa sorte.

Enfim, tive mesmo que  trincar o lábio com muita força.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Excesso de informação...

Há pessoas que sentem uma necessidade estranha (pelo menos para mim) de partilharem os pormenores mais íntimos da sua vida e pumba! olham para mim e pensam que eu sou a pessoa indicada para ouvir tais desabafos.

Desde hemorróidas, maridos com dificuldades erécteis, comichões em sítios estranhos, a cor do cocó do filho ou do/a próprio/a até à posição com que fornicaram na noite anterior, as pessoas olham para mim e partilham, simplesmente partilham.

E não pensem que são as pessoas com que me dou melhor que me fazem isto, a maior parte das vezes são pessoas que acabei de conhecer por via profissional.

O mundo está cheio de gente que, das duas uma, ou sofrede incontinência verbal ou cujo sonho era entrar num reality show, tal a vontade que a sua vida seja um livro aberto.